Antissemita, não…

Sonia Racy

13 de maio de 2011 | 23h07

Indagado ontem pela coluna, Jair Bolsonaro considerou de mau gosto comentário de Danilo Gentili, do CQC, no Twitter, sobre judeus em Auschwitz: “São dois pesos e duas medidas desses humoristas do programa. A exemplo de quando Cândido Vaccarezza me chamou de estúpido. Daí não é quebra de decoro, é liberdade de expressão”.

Há cerca de 40 dias, o humorístico exibiu o deputado federal declarando que namorar negro era sinal de promiscuidade. Depois, o parlamentar explicou ter se referido a gays. Não a negros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.