Antiquário estuda emprestar acervo ao Museu Nacional

Sonia Racy

09 Setembro 2018 | 00h55

MUSEU NACIONAL

MUSEU NACIONAL. FOTO: FABIO MOTTA/ESTADÃO

Empresário e antiquário, Luiz Cláudio Bez, proprietário da Began Antiguidades – que existe desde 1908 –, estuda emprestar seu acervo ao Museu Nacional. A loja tem 20 mil peças.

Uma delas é um aparador do Brasil do século 19. Peça de mobiliário semelhante está Museu Histórico Nacional, também no Rio.

Leia mais notas da coluna:
Advogado de Bolsonaro prepara pedido de prisão preventiva contra agressor
Mercado financeiro repara em crescimento de Haddad

Mais conteúdo sobre:

Museu Nacional