Amores brutos

Sonia Racy

28 de agosto de 2010 | 23h02

Marina Silva contou, em palestra na Casa do Saber, que ao estrear no Senado, teve sua caneta Montblanc – presente que tinha acabado de ganhar do colega Roberto Requião – furtada. À época, o senador brincou: “Pobre não tem jeito mesmo, deveria ter te dado uma Bic”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: