Amor livre

Sonia Racy

17 de maio de 2015 | 01h05

Jandira Feghali ganhou esta. Foi aprovado em comissão, na Câmara, projeto que permite a pessoas com deficiência intelectual – como os autistas – ter relações sexuais sem que o ato seja considerado estupro de vulnerável.

A proposta procura impedir casos como o mostrado recentemente pela TV Globo na novelaAmor à Vida, em que um rapaz foi denunciado e preso por ter beijado uma jovem autista.