Amigo é

Sonia Racy

25 de agosto de 2011 | 23h05

Desconfia-se que o mercado de trabalho brasileiro esteja passando por uma mudança estrutural. Integrante da equipe econômica garante que índices de desemprego próximos a 10% “são coisa do passado”. E pergunta se já não estaria na hora de rever a taxa de equilíbrio, hoje em torno dos 7%.

Afinal, como o IBGE informou ontem, o País vem registrando, há quase um ano, desemprego na casa dos 6%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: