Ameaças pesaram na decisão do Santander de interromper exposição

Sonia Racy

13 de setembro de 2017 | 00h48

Pesaram na decisão do Santander Cultural de fechar a mostra Queermuseum, em Porto Alegre, as ameaças às obras, aos visitantes e às instalações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: