Ambiente e meio

Redação

06 de janeiro de 2010 | 10h54

Corre entre petistas a acusação de que a campanha de Marina Silva está com um pé no serrismo. Nos últimos dias do ano, o cientista político Carlos Novaes deixou o time de coordenação da campanha verde e foi substituído por Eduardo Jorge – que é ligado a Serra e secretário de Meio Ambiente de Gilberto Kassab.

Além de deixar a coordenação da campanha, Novaes se desfiliou do Partido Verde.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.