AMB vai rebater elogios de Haddad ao Mais Médicos

Sonia Racy

29 Setembro 2018 | 00h50

FERNANDO HADDAD

FERNANDO HADDAD. FOTO: PAULO GIANDALIA/ESTADÃO

A AMB se prepara para rebater os elogios que Haddad fez ao Mais Médicos, da gestão Dilma. O candidato petista disse que o programa levou médicos para 60 milhões de pessoas.

A associação vai argumentar que, se 15 mil profissionais conseguem atender a 60 milhões, o Brasil precisaria de apenas 55 mil médicos para atender toda a população. O País tem 450 mil médicos.

Leia mais notas na coluna:
Vaquinha para candidatura de Lula vai para o caixa do PT
Ações da Cesp despencam mas voltam ao normal

Mais conteúdo sobre:

Fernando HaddadMais Médicos