Alviverde imponente

Sonia Racy

24 de agosto de 2010 | 23h01

Com uma novidade tirada do bolso, Luiz Gonzaga Belluzzo fez a festa dos 96 anos do Palmeiras, anteontem. Contou ali que Gilberto Kassab lhe assegurou que o alvará para construção da Arena Palestra Itália sai nos próximos dias, conforme antecipado ontem no site da coluna. “Uma promessa maravilhosa”, comemorou, prevendo que a obra pode começar na primeira quinzena de setembro.

Entre os convidados, Andrés Sanchez, do Corinthians. “Sou amigo do Belluzzo e não poderia deixar de aceitar o convite”. Fará festa parecida no centenário do Timão, dia 29 de agosto? “Festa-show para o povão no Parque São Jorge”. E para novembro, mais show. Desta vez, no Campo de Marte, onde cabem mais de 1 milhão de pessoas. “Não definimos quem tocará e ainda precisamos do alvará da Prefeitura”, explica.

Ausências sentidas: os jogadores do Palmeiras, Felipão e o torcedor mor, José Serra. Para evitar tumulto, os atletas não foram convocados. O treinador precisou buscar sua mulher, que chegava de Lisboa, em Guarulhos. E o candidato se atrapalhou com os compromissos de campanha.

Orlando Silva chegou às 23 horas, a tempo de cumprimentar alguns amigos que o esperavam, subir no palco com Belluzzo e puxar o Parabéns a Você. Em seguida, o economista-presidente do Palmeiras revelou sua vocação de maestro e regeu com grande desenvoltura um coral coletivo ao som do hino do clube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: