Aliança solidária

Sonia Racy

26 Setembro 2013 | 01h07

Paulo Pereira da Silva recebeu torpedos de dois presidenciáveis ansiosos pelo resultado de seu Solidariedade no TSE: Aécioe Eduardo Campos.

O mineiro fez questão de aparecer em um bar de Brasília para comemorar a oficialização da legenda. E, claro, cobrar de Paulinho apoio em 2014.

Solidária 2

O Solidariedade calcula que filiará 35 deputados federais até a semana que vem.