Alerta

Sonia Racy

31 Março 2015 | 01h07

O Conselho Federal de Medicina se juntou à ONG Mães da Sé para ajudar a encontrar crianças e adolescentes desaparecidos no Brasil – cerca de 50 mil a cada ano, dos quais 25% em SP.Para divulgar a campanha, mobilização acontece hoje na Praça da Sé.

Os médicos entendem que podem ter papel importante na identificação de vítimas de sequestro, por exemplo. Como ocorreu recentemente no Paraná, onde pediatra acionou a polícia ao suspeitar de casal que não sabia detalhar o histórico de “suas” três crianças.