Ale Youssef prega união contra mudança na Lei Rouanet

Sonia Racy

25 de abril de 2019 | 10h12

ALE YOUSSEF. FOTO: SILVANA GARZARO

Depois de afirmar que a cidade de São Paulo é a favor da manutenção do teto da Lei Rouanet e de se reunir com o prefeito Bruno Covas mais empresários do setor na quarta-feira, o secretário da Cultura, Ale Youssef, decidiu ir além. Vai propor nesta quinta-feira à tarde, durante  painel com outros secretários da área no Rio Content Market, que as cidades do Rio e de SP iniciem um processo de articulação com todas as secretarias de Cultura do País.

Para quê? Para barrar a redução dos R$ 60 milhões para R$ 1 milhão no teto de captação de recursos, determinada pelo governo Bolsonaro, em projetos beneficiados pela lei de incentivo cultural.

Youssef acredita que essa redução vai impactar não apenas na produção cultural mas também na geração de empregos e no retorno econômico do setor em todo o Brasil.

Tendências: