Alcolumbre decidirá novo relator do Código Eleitoral com saída de Anastasia

Alcolumbre decidirá novo relator do Código Eleitoral com saída de Anastasia

Direto da Fonte

16 de janeiro de 2022 | 04h00

Anastasia no plenário da Câmara, após a aprovação do seu nome para o TCU. Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

A ida de Antonio Anastasia para o TCU – onde deve se apresentar no dia 2 – deixa a meio caminho, no Senado, o novo Código Eleitoral, do qual ele era relator e que, entre original e emendas, acumula no momento 900 artigos. Cabe a Davi Alcolumbre, como presidente da CCJ, decidir quem herdará o catatau, que só valerá em 2024.

O novo relator tanto pode aceitar o trabalho já semipronto e apressar sua votação como recomeçar do zero. Destaque, nesse miolo, para a emenda aprovada no apagar das luzes, na Câmara, que exige de juízes, membros do MP, PF, PM, militares e guardas municipais, para se candidatar, o desligamento de seu cargo, quatro antes do pleito.

Vaivém 2

Quanto a Anastasia, fontes próximas dizem que se sentirá “em casa” no novo endereço. O TCU trabalha com direito administrativo, nesta área ele é professor titular licenciado na UFMG.

Das redes

De saída do Novo, o deputado Heni Ozi Cukier quer disputar o Senado nas próximas eleições: “Vou ser terceira via no Senado, vamos para uma campanha que ainda não está totalmente decidida”. Quer fazer chapa com Sergio Moro.

Escambo turístico

Assim que a pandemia permitir, São Paulo e Maceió já têm tudo azeitado para estimular o turismo entre as duas cidades. O prefeito João Henrique Caldas (PSB) veio a SP e assinou acordo de intenções com Aline Cardoso, secretária municipal de Desenvolvimento. SP vai divulgar atrações turísticas de Maceió e vice versa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.