Alagoas tenta ajuda que pode custar caro ao Planalto

Alagoas tenta ajuda que pode custar caro ao Planalto

Sonia Racy

15 de agosto de 2018 | 00h55

GOVERNADOR RENAN CALHEIROS FILHO. FOTO NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Consta que Renan Calheiros Filho, governador de Alagoas, conseguiu brecha ontem, durante conversa no Planalto com Temer e alguns ministros, para que o Tesouro pague suposto débito da Companhia Energética de Alagoas.

O governo federal tem dito que esse débito não existe — mas Alagoas obteve liminar na Justiça suspendendo a venda da distribuidora da Eletrobrás, com base nessa dívida.

Brecha perigosa

Se Temer ceder e pagar aos alagoanos, fonte próxima à negociação acredita que a porta estará aberta para igual pedido dos outros cinco governadores de Estados cujas distribuidoras estão na lista das privatizáveis.

 

Leia mais notas da coluna:

Bolsonaro não tira dúvida de empresário

Márcio França muda planos e deve contratar marqueteiro Felipe Soutello

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: