Ajuste fiscal

Sonia Racy

23 de novembro de 2013 | 01h07

Com os R$ 19 bilhões do Galeão, as contas fiscais do governo federal vão melhorar neste ou no próximo ano? Não, não vão. A primeira parcela – de um total de 25, uma por ano – será paga só em 2015.

Ajuste fiscal 2

Quem acha que Arno Augustin, do Tesouro, não anda opinando muito, se engana. O secretário, por exemplo, é a favor da renegociação do índice que corrige a dívida de estados e municípios. O que Guido Mantega não é.

Ajuste fiscal 3

Se o projeto de lei complementar, que inclui a mudança de índice, for aprovado pelo Senado, a cidade de São Paulo poderá obter novo empréstimo de R$ 5 bilhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: