Agrado político?

Sonia Racy

23 de outubro de 2013 | 01h08

Tem gente do setor de saúde vendo o dedo do PP, partido de Paulo Maluf, no ato presidencial que dispensa a Geap de licitação para vender planos de saúde a servidores da União – conforme noticiado ontem pelo Estado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.