Agora vai

Redação

19 de novembro de 2008 | 06h00

A Abin decidiu contratar empresa para prestar serviços de “segurança da informação”, para fazer, por exemplo, criptografias. Por R$ 234 mil e sem licitação.

Para se proteger dos arapongas dos outros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.