Aecio promete não aumentar impostos e defende cinco anos de mandato

Sonia Racy

01 de abril de 2014 | 08h04

Em jantar para empresários e banqueiros na casa de João Doria, do Lide, ontem, Aecio Neves , depois de discursar, respondeu perguntas da platéia. A que foi feita por Jorge Gerdau mereceu uma resposta-promessa.Tendo ao lado o ex-BC Armínio Fraga, o tucano se comprometeu a não aumentar os impostos no País caso venha a se eleger este ano.

Já indagação de Viviane Senna resultou em um pedido respeitoso do pré-candidato tucano a FHC para que a resposta fosse dada. Com o consentimento do ex-presidente, Aécio defendeu mandato de cinco anos e consequente fim da reeleição.

Os presentes aplaudiram de pé.