Grupo Prerrogativas sai em defesa de Márcio França

Grupo Prerrogativas sai em defesa de Márcio França

Sonia Racy

06 de janeiro de 2022 | 04h00

Márcio França. Foto: Alex Silva/Estadão

Márcio França. Foto: Alex Silva/Estadão

Os advogados ligados ao Prerrogativas receberam com cautela a operação da Polícia Civil que atingiu Márcio França, ontem, pela manhã. Marco Aurélio de Carvalho bateu na tecla da presunção de inocência e de que “não há contemporaneidade que justifique as medidas”, demonstrando solidariedade ao potencial apoiador de Lula nas eleições de 2022.

Ao longo do dia, aliados esperavam a reação de Alckmin em defesa do cacique do PSB, partido que deve abrigá-lo.

Sem efeito

Recém-sancionada, a Mei Caminhoneiro é alvo de críticas no setor. “Onde foi feito o estudo para o seu embasamento?”, indagou Wallace Landim, o Chorão. “Se ela quer tirar o caminhoneiro da informalidade, não atendeu”, completou.

Para ele, se não houver medidas estimulando a contratação direta, os caminhoneiros continuarão como terceirizados.

No ar

O resgate de milhas para viagens de avião cresceu 83% no segundo semestre de 2021. É o que mostra levantamento do programa Smiles feito ao longo do ano passado. Destinos como Chile, Uruguai e República Dominicana foram destaques no período.

Mozarteum 2022

Saiu a programação do Mozarteum para 2022, que vai de 25 de maio a 7 de dezembro – e tem, na abertura, Toquinho e Orquestra Acadêmica Mozarteum. Ao longo do ano, inclui o Gershwin Piano Quartet, a soprano Angel Blue e, em julho, o Canto em Trancoso.

COFRINHO

Levantamento da fintech Bulla mostrou que o crédito para empreender já representa 1 de cada 4 pedidos de empréstimos entre pessoas físicas no Brasil.

Segundo o estudo, 24% dos tomadores, que usaram aquela plataforma para pedir empréstimos entre setembro e novembro de 2021, declararam a intenção de utilizá-lo para investir na empresa ou em novos negócios – que, segundo a pesquisa, representavam 10% do total solicitado.

DE VOLTA

O clássico O Mistério de Irma Vap, de Charles Ludlan – umas das peças mais vistas do País, com Marco Nanini e Ney Latorraca –, vai voltar aos palcos. Desta vez, com Matheus Solano e Luiz Miranda. A estreia será no Teatro Sérgio Cardoso, no próximo dia 27.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.