Ação e reação

Sonia Racy

12 de setembro de 2014 | 01h05

A equipe de Geraldo Alckmin decidiu: não vai reagir, por ora, via propaganda eleitoral, à estratégia de Paulo Skaf, que tem feito comparações entre promessas e realizações do governador.

Mesmo tachando os números de errados, só se movimentará – por meio da Justiça – caso isso afete a performance do tucano nas pesquisas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.