Ação e reação

Sonia Racy

22 de novembro de 2012 | 01h03

Dilma ficou especialmente contrariada com a manobra que tirou de pauta a votação do marco civil da internet – anteontem, na Câmara. Segundo apurou a coluna, principalmente pelo fato de que isso só se tornou possível graças ao apoio de parte da base aliada.

Pior, para a presidente, foi a alegação: seria mais importante retomar a discussão sobre o fim do fator previdenciário.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.