Ação de Trump paralisa OMC

Sonia Racy

11 Janeiro 2018 | 11h22

A OMC começou 2018 com o pé trocado. O tribunal de apelação da organização está funcionando com apenas quatro de seus sete juízes. Motivo? Na sua tentativa de esvaziar a entidade, o governo Trump vem barrando novas nomeações — que têm de ser aprovadas obrigatoriamente por consenso entre os integrantes.

Consequência inevitável: atrasos no andamento e nas decisões finais de muitos processos.

Atrasos podem ajudar
e também atrapalhar

O Brasil, pelo que se apurou, olha com cuidado os casos em que está presente nos atuais processos da entidade.

Mas em um deles, pelo menos, a morosidade é conveniente: o País foi condenado pela organização por causa dos subsídios presentes no projeto Inovar-Auto.