Bienal do Lixo chega a São Paulo no Parque Villa-Lobos

Bienal do Lixo chega a São Paulo no Parque Villa-Lobos

Direto da Fonte

03 de abril de 2022 | 04h50

Parque Villa-Lobos. Foto: FELIPE RAU / ESTADÃO

Parque Villa-Lobos. Foto: FELIPE RAU / ESTADÃO

São Paulo vai receber sua primeira Bienal do Lixo no final do mês que vem. O evento ocupará uma área de 3 mil m2 no Parque Villa-Lobos, onde serão instaladas grandes esculturas de artistas que têm nos resíduos sólidos a base para seu trabalho criativo e cujas obras são grandes exemplos de transformação.

Arte que recicla…

Nesta área também serão montados seis domos de 60 m2 cada. Lá empresas e organizações apresentarão ao público como vêm investindo em novos processos e modelos de negócios mais sustentáveis para gerar menor impacto ambiental.

…ressurge e ensina…

E mais: uma mostra de cinema com filmes sobre o lixo, meio ambiente e sustentabilidade, bem como painéis de debates sobre o tema farão parte da programação.

Floresta de luzes

Já Cristiana Bertolucci vai montar um jardim onírico com diversas luminárias, nesta edição da SP-Arte, no pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera.

A designer, que tem uma carreira de 30 anos, busca mostrar a potência poética das suas peças criando uma instalação através da aplicação de luzes difusas, texturas e sentimentos.

Além-mar

A AKMX iniciou o processo de internacionalização e vai abrir um escritório em Brickel, centro financeiro de Miami, onde terá como sócio o ex-ator da TV Globo Carlos Casagrande. A empresa brasileira atua no desenvolvimento de projetos de arquitetura corporativa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.