A praça é do povo?

Sonia Racy

18 Novembro 2015 | 01h05

O atentado em Paris complicou os planos do pessoal encarregado da segurança para a disputa da Eurocopa 2016, na França. Um novo item incluído na lista de tarefas será a estratégia a se adotar nas praças de telões — muitas, por todo o país.

Algumas delas devem receber mais de 60 mil pessoas. E, normalmente, quem cuida disso é a segurança privada.