À mercê

Sonia Racy

13 de setembro de 2012 | 01h00

No dia em que sua amiga Ana de Hollanda deixava o MinC, Antonio Grassi, artista-político que preside a Funarte, estava em reunião com executivos da Camargo Corrêa, em SP.

Trabalhava normalmente, captando recursos que serão destinados ao Ano Brasil-Portugal. Embarcou ontem para Brasília, para definir seu futuro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.