A melhor defesa…

Redação

07 de outubro de 2008 | 08h11

No mesmo jantar, em breve discurso, o Jobim fez competente análise sobre o sistema de defesa brasileiro, ponderando, inclusive, que o País deve se concentrar na compra de equipamentos de defesa, e não de ataque. Porta-aviões, por exemplo, não seriam necessários.

Obviamente, a crise financeira não escapou das conversas. E, pelo que se apurou, os integrantes do sistema financeiro esperam o pior. Já os empresários, embora cautelosos, apostam que os investimentos virão mais fortemente para o Brasil. Entre os seletos convidados – recebidos por Daniel e pelo seu irmão David -, Abilio Diniz, Roberto Setúbal, André Esteves, Ivo Rosset, Aloisio Faria, Michel Klein, Nildemar Secches, Ivo Rosset, o embaixador americano Clifford Sobel e o embaixador Rubens Barbosa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: