À mão

Sonia Racy

29 de agosto de 2012 | 01h08

A OAB jogou a toalha. Está à caça de empresa que confeccione 4 mil urnas de lona para as eleições de novembro. A disputa em SP – a mais acirrada – está marcada para dia 29.

O TSE decidiu não emprestar suas urnas eletrônicas por causa da quarentena imposta pelo período eleitoral.