A Fórmula das águas

Redação

11 de junho de 2009 | 06h00

O Rio vai ter sua Fórmula 1 de lanchas. Eike Batista acaba de fechar acordo com a International Off-Shore Team Association para incluir a Cidade Maravilhosa no roteiro da disputa da IOTA. A ideia é montar já em março a primeira disputa no País.

“Vamos aproveitar nosso estádio grátis”, brinca Eike, referindo-se à praia do Flamengo, onde acontecerá a corrida das off-shores, que chegam a mais de 270 km/hora.

O evento faz parte de um projeto que o empresário intitula como MPI: “Matar Paulista de Inveja”, explica Eike, prá lá de bem-humorado.

É que, diferentemente do que se deu com a Fórmula 1, São Paulo – por falta de atributos naturais… – não terá como roubar do Rio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: