A fila anda

Redação

29 Setembro 2008 | 08h47

A venda de aviões tipo Super Tucano e AMX para a Venezuela que o Brasil perdeu… a China ganhou. Chávez anunciou a encomenda quinta, em Pequim.

Veto dos americanos, fornecedores de parte dos sistemas eletrônicos das aeronaves, empacou o negócio brasileiro. A fatura? Bate nos US$ 500 milhões.