A CVM e as negociações da Embraer

Sonia Racy

11 Janeiro 2018 | 11h12

A CVM ligou para explicar que tem, sim, cobrado da Embraer explicações sobre informações na imprensa em relação à possibilidade de parceria com a Boeing. Segundo a comissão, a empresa é questionada porque  legalmente, é ela, CVM, que tem competência para responder.

Pos é, a CVM, infelizmente, pelo que se entendeu, mesmo sendo a União dona de “golden share”, não pode ir além e cobrar Temer  ou seus ministros pelo falatório geral.