A cruz e o credo

Redação

22 de janeiro de 2010 | 08h04

Eleita, até agora, a frase mais viva do ano: “Estou otimista com a evolução da atividade. Em 2010, nosso setor deve crescer 7%”.

É o que espera Haroldo Felício, presidente do Sindicato Nacional dos Cemitérios e Crematórios Particulares.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.