A conferir

Sonia Racy

14 de maio de 2014 | 01h07

O setor de inteligência do governo federal apura greve que estaria sendo organizada por policiais federais e militares para o início da Copa.

A direção da PF decidiu: vai cortar o ponto de quem resolver cruzar os braços.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: