A conferir

Sonia Racy

21 de maio de 2013 | 01h14

Retomadas, em Brasília, as reuniões entre governo e sindicalistas para tratar do direito de greve no serviço público.

O comentário é que as centrais, antes refratárias à regulação, estariam propensas, agora, a aceitar regras diante de sucessivas derrotas na Justiça.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.