À brasileira

Sonia Racy

11 Setembro 2013 | 01h09

O Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU elegeu o Brasil como modelo de prática legislativa no que se refere a trabalho escravo.

Carlos Bezerra, autor da lei paulista sobre o tema, falará sexta-feira, em evento na cidade de Genebra. Sua proposta, em vigor desde o começo do ano, determina o fechamento de empresas flagradas com irregularidades.