“A arte salva minha vida’, diz Otto, que assumiu lado pintor na quarentena

“A arte salva minha vida’, diz Otto, que assumiu lado pintor na quarentena

Sonia Racy

05 de setembro de 2020 | 00h42

OTTO – FOTO: DANIELA RAMIRO/ESTADÃO

Otto assumiu de vez o lado pintor durante a pandemia. O cantor e compositor passa, em média, sete horas por dia diante de suas telas. “Estou inteiro nessa produção e graças a ela consigo sobreviver ao vazio da música”. O pernambucano também está com um disco e um livro prontos, aguardando melhor hora para o lançamento. “A arte salva e salva minha vida”, explica.

Tudo o que sabemos sobre:

Ottopinturacantor

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: