Belo Horizonte pode ser sede do TRF-6

Sonia Racy

06 de julho de 2019 | 00h55

STJ. FOTO: ROBERTO JAYME/ESTADÃO

STJ, EM BRASÍLIA. FOTO: ROBERTO JAYME/ESTADÃO

Descentralizando

Ao que se apurou, vem crescendo, nos bastidores do STJ, a movimentação para se criar uma nova unidade de segunda instância na Justiça federal: o TRF-6 – o Tribunal Regional Federal com sede em Belo Horizonte.

A ideia é implantá-la ainda este ano. E, dado importante: os cargos seriam preenchidos por servidores que já atuam nas outras cinco regiões: o TRF 1 em Brasília, o 2 no Rio, o 3 em SP, 0 4 em Porto Alegre e o TRF 5 no Recife.

Limpou, levou

Benedito Braga, da Sabesp, já está arregaçando as mangas para levar adiante a Operação Novo Rio Pinheiros — destinada a despoluir a área. Juntou a equipe, esta semana, para detalhar como será investida a verba prevista, de R$ 1,5 bilhão.

O projeto foi dividido em 14 contratos – e uma das tarefas é relacionar todos os imóveis conectados às tubulações de esgoto. Detalhe: as contratadas só recebem se cumprirem de fato as metas.

Tamo junto

O Instituto Socio-Ambiental faz doação inédita na história da cultura do País. Está entregando ao Museu Nacional, no Rio — praticamente destruído por um incêndio em setembro do ano passado – uma biblioteca inteira, com 3.873 livros, 206 teses e 177 coleções de periódicos.

Esse acervo, voltado para a antropologia, o acervo vai ajudar a recompor a Biblioteca Francisca Keller, que foi praticamente extinta pelas chamas.

Alô, Hollywood

Anna Muylaert vai presidir o grupo encarregado de indicar o filme brasileiro que concorrerá ao Oscar 2020. Com ajuda, segundo a Secretaria da Cultura, de uma equipe que inclui o diretor David Schurmann e o crítico Amir Labaki, entre outros. O prazo para inscrições vai até 16 de agosto.

Pura pressa

A Braskem discordou do laudo da CPRM que analisava o surgimento de rachaduras em prédios, que estavam levando pânico a moradores numa área de Maceió. Decidiu recorrer a geólogos independentes – e estes consideraram o trabalho “frágil sob o ponto de vista técnico”.

Última vez

Sucesso de audiência no Instagram e no LinkedIn com suas entrevistas, Luiza Helena Trajano decidiu: vai encerrar a série nesta segunda-feira – e o último a ser ouvido é… seu filho Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza.

Que falará sobre seu trabalho na digitalização da empresa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.