AASP alerta para ‘discurso político disfarçado em discurso jurídico’

Sonia Racy

14 Dezembro 2016 | 00h25

Leonardo Sica, presidente da AASP, pretende encaminhar carta ao STF, ao CNJ e a parlamentares, para dizer que é preciso parar de “promover discurso político disfarçado em discurso jurídico”.

Acha que o debate jurídico no País está “instrumentalizado” e que “falta serenidade e diálogo para entender o que é emergencial”.