Novo secretário de Finanças estuda cada centavo do Orçamento

Sonia Racy

10 Dezembro 2016 | 00h45

Problema a ser desconstruído pela gestão Doria. Descobriu-se que o Orçamento de 2017 reserva R$ 1,8 bilhão para subsídio ao transporte público – o mesmo montante disponibilizado em 2016. Acontece que o dispêndio real, neste ano, com esse tipo de subsídio, deve superar R$ 2,6 bilhões.

E, em 2017, o número, segundo o novo secretário de Finanças Caio Megale, deve bater a casa dos R$ 3 bilhões. “Estamos estudando cada centavo a ser gasto para saber de onde tiraremos esta diferença”, explica Mengale.