Odebrecht monta cronograma de reestruturação

Sonia Racy

26 de novembro de 2016 | 00h45

Depois da publicação de um pedido de desculpas formal à nação – o que será feito assim que delações e acordo de leniência estiverem assinados– a Odebrecht parte para cronograma de quatro estágios a ser cumprido em, no máximo, quatro anos.

Repaginando

Os passos incluem forte compliance (incluindo redesenho da holding montado pela Ernest & Young), movimento para mostrar à sociedade a relevância social do Grupo, resgate da credibilidade e reposicionamento da marca. Se tudo correr bem, segundo fonte próxima à empresa, a Odebrecht sairá da maior crise de sua história – econômica, ética e moral – com tamanho bem menor mas… saudável.

Não está prevista troca do nome da empresa.