Marcelo Odebrecht ficará mais um ano em Curitiba

Sonia Racy

23 de novembro de 2016 | 00h45

Alterada às 8:47 para atualização de conteúdo

Marcelo Odebrecht deve ficar preso até dezembro de 2017. Depois, cumprirá pena em casa durante dois anos. O ex-presidente da Odebrecht está preso em Curitiba desde julho de 2015. Portanto, o tempo de encarceramento, definido pela Justiça, deve somar dois anos e meio.

A ideia inicial da Lava Jato era que o presidente do Grupo Odebrecht ficasse quatro anos em regime fechado. Seus advogados brigavam para soltá-lo neste Natal.
Pelo que se apurou ontem, foi a esta a equação a que chegaram advogados da empresa e integrantes da Lava Jato.

O acordo deve ser assinado entre hoje e amanhã, colocando um fim na longa e arrastada negociação da delação premiada, que envolve  cerca de 80 funcionários e ex-funcionários do Grupo e a Justiça.