Doria pede que equipe vasculhe o Orçamento para subsidiar ônibus

Sonia Racy

22 Novembro 2016 | 00h30

Muita celeuma em torno do congelamento da tarifa de ônibus municipal em 2017 prometida por João Doria. Aos fatos: o prefeito eleito pediu à sua equipe econômica que descubra, no Orçamento municipal de R$ 54 bilhões, de onde tirar o subsídio de R$ 500 milhões para cumprir sua promessa.

A equipe analisa o PPI – o Refis da Prefeitura – bem como o IPTU. Outras fontes não estão descartadas mas a certeza só virá depois que a nova gestão assumir, em janeiro.

Para quem acha isso impossível, é só lembrar episódio conhecido: a futura presidente do conselho de finanças, Ana Carla Abrão, como secretária de Marconi Perillo, em Goiás, “achou” R$ 400 milhões no orçamento estadual – que é menor que o de SP.