Procurador da Lava Jato alfineta ministros do STF

Sonia Racy

17 Novembro 2016 | 00h20

Nem bem tinha acabado o bate-boca entre Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, ontem no STF, e o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, já postava no Twitter: “Pelo projeto do crime de responsabilidade de juízes e MP, faltar com decoro gerava demissão”.

Foi uma acusação de falta de decoro que levou os dois ministros à discussão, na sessão de ontem da corte. A propósito, a proposta de que juízes e integrantes do MP possam responder por crime de responsabilidade foi retirada do projeto das Dez Medidas contra Corrupção.