Hóspede animal

Hóspede animal

Sonia Racy

09 de agosto de 2015 | 00h43

Foto: Iara Morselli

 Eduardo Baer e Fernando Gadotti, na foto com o golden retriever Thor, são os fundadores da DogHero – rede social dedicada a amantes de animais. Como funciona? Com pessoas que hospedam em casa pets dos outros. Para ser aceito como “anfitrião” é preciso preencher perfil extenso no site, que inclui até… antecedentes criminais. A lista já tem 1.500 aprovados em mais de 120 cidades. “O dono passa a rotina do animal, que é seguida à risca por quem o recebe. Para se ter certeza de que o bichinho está em boas mãos, podem ser compartilhadas fotos da estadia”. Para quem quer tratamento personalizado, é uma boa alternativa – inclusive financeira: o custo médio é de R$ 50 por noite.

Tendências: