Persistência

Sonia Racy

16 de abril de 2015 | 01h06

Eduardo Cunha está empenhado em acabar com o exame da OAB desde que foi destituído, em 2011, da relatoria do novo Código de Processo Civil – sua nomeação enfrentou forte resistência da Ordem. Para tanto, o presidente da Câmara enfiou, na MP do BNDES, duas emendas para extinguir a prova.

Os penduricalhos só foram excluídos graças a cerco montado por grupo de deputados advogados, liderado por Arnaldo Faria de Sá, do PTB.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: