Direto do Morumbi

Sonia Racy

22 de novembro de 2010 | 23h01

Para não criar nenhum mal-estar durante o show de Paul McCartney, anteontem, Juvenal Juvêncio, do São Paulo, colocou FHC e Serra em camarote vizinho ao de Sérgio Cabral. No entanto, não evitou que a salva de palmas ao ex-presidente fosse três vezes maior que para Serra e Cabral.

No camarote da Traffic, José Dirceu não teve a mesma sorte. Ao aparecer para a plateia de fora, não foi nada bem recebido.

Fernando Haddad também sentiu a fase impopular ao circular pela pista VIP. Teve que ouvir: “Prova amarela, prova amarela…”.

Também no gramado, Zélia Duncan mal assistiu ao show: cochichou a noite inteira com Lenine. Parceria nova a caminho? Maureen Maggi deu-se bem. Conferiu o show quase que inteiramente sobre os ombros de um moço. Acostumada a saltar, não precisou fazer o mesmo na pista. Já Paul, é preciso dizer: o blazer que usou parecia ser dois números menor que o ideal. De qualquer forma, vale registrar a destreza com que ele se levantou ao cair no palco. Cena que, claro, já é sucesso no YouTube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: