“Tem muita gente na fila”

Sonia Racy

21 Fevereiro 2012 | 23h00

A segunda noite do Carnaval no camarote da Brahma foi marcada pela presença dos boleiros. Um time de craques deu pinta e curtiu a balada durante o desfile das escolas de samba, na Sapucaí.

Andrés Sanchez chegou com o ex-jogador Neto e um grupo de amigos que se isolaram no cercadinho VIP. O diretor de Seleções da CBF avisou a coluna: “Neymar me ligou, está chegando”. O santista apareceu por volta da meia-noite, durante o desfile mais esperado da noite, do Salgueiro. Um circo foi armado para proteger o jogador dos fãs. Neymar juntou-se a Sanchez – e mais tarde a dupla receberia Ronaldo, outro que usufruiu de um coletivo de seguranças para escoltá-lo até a área restrita.

Sanchez comentou, en passant, sobre os rumores da saída de Ricardo Teixeira da CBF: “Acho muito triste, mas ele não me falou nada. Não sei se vai sair”. Indagado sobre a chance de assumir a Confederação, foi enfático: “Não quero. E tem muita gente na fila antes”. Já Neymar ensaiou o drible: “Ricardo Teixeira é um excelente dirigente, mas vamos falar de carnaval”. Por fim, Ronaldo defendeu Teixeira, veementemente: “Ele é investigado há 20 anos e pouca coisa foi comprovada. Estarei junto com ele e torço para que fique”.

Nem na área VIP Neymar teve sossego. Posou para fotos com Sanchez, Arnaldo Tirone e acompanhantes. Mas atendeu a todos, pacientemente: “Carnaval é muvuca mesmo”, comentou o jogador, que bebeu água e refrigerante durante a noite.

Nos poucos minutos que foi para a pista de dança – antes de subir ao palco para dar uma canja, cantando com Leandro Sapucahy –, quase não conseguiu andar. Além de fãs e curiosos, muitos atletas paravam o jogador, pedindo fotos. Exemplos? Minotouro e Junior Cigano, do MMA, e Leo Moura pediram cliques com o santista.

Ronaldo passou boa parte do tempo conversando sobre negócios com Duílio Monteiro e Caio Campos, da diretoria do Corinthians. Quando foi dar uma volta pelo camarote, sussurrou para um amigo: “Preciso saber quem está comigo e quem não está”. Assediadíssimo, o jogador tomou uma “chave de braço” de Narciza Tamborindeguy: “We rock baby, we are on the top”, disse a socialite.

Durante sua pequena ‘promenade’, o Fenômeno parou para conversar com Roger (marido de Deborah Secco), abraçou Leo Jaime, reclamou dos que o seguiam e brincou com Alexandre Nero (o Baltazar de Fina Estampa), dizendo que só tiraria uma foto com ele se seu personagem parasse de maltratar Dira Paes na novela.

Passando ao largo dos fotógrafos, José Maria Beltrame curtiu o carnaval ao lado da mulher, Rita, e amigos, dançando na pista. E até Luana Piovani, gravidíssima, acabou ofuscada pelos boleiros. Dando a cadência da noite, por volta das 4 da manhã, Andrés Sanchez arrematou: “Vou até a hora que terminar”. /MARILIA NEUSTEIN E PAULA BONELLI