Espoleta, um arlequim apaixonante

Estadão

24 de junho de 2010 | 19h31

        

Elenco do espetáculo

Elenco do espetáculo "Espoleta": alegria que vai salvar o mundo

           Felizardo  em 2005, Sapecado em 2008… Quem ainda não conhece a Banda Mirim? É um dos casos mais felizes de casamento de teatro e música para crianças. Vendo-os em cena, a gente se empolga com eles e pensa: sim, o mundo tem solução. A alegria, a inocência, a música e a fábula vão nos salvar de todo mal, amém.
          Agora, a deliciosa banda está “passando” novamente, “cantando coisas de amor”, com um novo espetáculo: Espoleta. Só uma vez por semana, aos sábados pela manhã, 11 horas, no Sesc Consolação. Vale a pena “despedir-se da dor, minha gente sofrida”, e correr pra ver a Banda Mirim.
         Marcelo Romagnoli, autor e diretor, monta um espetáculo que, ao menos para minha percepção, bebe na fonte de Shakespeare, de Molière, da Commedia dell’Arte e dos melodramas do circo-tetro. É tudo ao mesmo tempo? É muita referência? Mas como ele se sai bem, acreditem.
          Os 11 componentes da Banda atuam como nunca. Não só como músicos, mas como atores, mesmo. Todos têm textos decorados, personagens bem delineados. E, mais uma vez, Claudia Missura e Rubi dão um show! Rubi é um cantor de rara sensibilidade e talento. Não é à toa que ele tem sempre um número especial e solo nos espetáculos da Banda. Aqui, nos presenteia com uma canção inédita de Zeca Baleiro, um belíssimo samba.
          Claudia Missura está muito bem como o menino Espoleta. Seus gestos, sua expressão corporal, os olhares, tudo nos remete aos personagens mais malandros e safos da literatura e da dramaturgia universais. Ela faz um típico arlequim – brincalhão despachado e truqueiro, cujas peripécias e aventuras sempre acabam envolvendo e/ou prejudicando os outros personagens.  No fim, dá tudo certo, sempre, como num bom e velho vaudeville.
         Há também claras e explícitas referências à cultura gastronômica italiana e ao universo da ópera, mas tudo misturado com um jeito bem brasileiro de ser feliz. E atenção: a própria produção recomenda o espetáculo para maiores de 7 anos.

SERVIÇO DA PEÇA:
ESPOLETA.
Só aos sábados, às 11 horas. Teatro Anchieta. Sesc Consolação. Rua Dr. Vila Nova, 245, tel. 3234-3000. Duração: 70 minutos. 320 lugares. Ingressos a R$ 8,00. Até 31/7.
Banda Mirim: Alexandre Faria, Cláudia Missura, Edu Mantovani, Foquinha, Lelena Anhaia, Nina Blauth, Nô Stopa, Olívio Filho, Rubi, Simone Julian e Tata Fernandes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.