Rede coreana de frango frito chega a São Paulo

Estadão

03 Outubro 2012 | 21h11

BBQ Chicken, rede de frango frito coreana, abriu suas portas hoje em São Paulo. A primeira loja foi inaugurada na Rua Vergueiro, perto da estação Ana Rosa do metrô. O cardápio, com 40 opções de  pratos, inclui saladas, sanduíches, milk shakes e porções de pedaços de frango.

Fundada em 1995 na Coreia do Sul, a BBQ Chicken tem cerca de 4 mil lojas espalhadas por 23 países. A marca foi trazida ao Brasil pela empresa THC Corporation. Quem cuida da operação no Brasil é o diretor  Thomas Choi. Entre as opções de pratos da BBQ Chicken, está o Sous Vide Chicken, feito no vapor, que pode ser acompanhado por legumes (o valor varia entre R$ 3 e R$ 8). O carro-chefe da rede é o Olive Chicken – pequenos pedaços de frango fritos no azeite de oliva. O cliente pode pedir quatro ou oito pedaços (R$ 20,90/ R$ 32,50).

A BBQ Chicken não é a primeira marca alimentícia coreana a desembarcar na cidade.  O sorvete Melona, por exemplo, virou febre em 2006, quando começou a ser vendido no restaurante Banri Katian, na Liberdade. A casa chegou a vender 900 unidades numa semana. O picolé retangular, que vem nos sabores melão, banana e morango, é produzido pela coreana Binggrae, mas a distribuição é feita pela importadora M-Cross. Agora o Melona é vendido em quase toda a cidade.

Depois do picolé, a rede Yogurberry chegou a São Paulo em dezembro de 2008. A empresa existe na Coreia do Sul desde 2000 e, antes de vir para o Brasil, inaugurou lojas na China, Malásia, Vietnã e Estados Unidos. Ela chegou por aqui pelas mãos do empresário sul-coreano naturalizado brasileiro Francisco Lee. Também foi o ponto de partida para uma febre que se espalhou por São Paulo. Os planos de rápida expansão de Lee foram atrapalhados por outra rede de origem coreana. A empresária Un Ae Hong era comissária de voo nos Estados Unidos, onde  conheceu o frozen yogurt. Quando perdeu o emprego, convidou os primos Marcelo Bae e Jong Ae Hong, também de origem coreana, para lançar o produto por aqui. Assim surgiu em 2009 a carioca Yogoberry. O nome, quase idêntico, fez com que o proprietário da Yogurberry exigisse judicialmente que a versão brasileira mudasse de nome. Não adiantou – hoje, a rede da família Hong tem 15 lojas em São Paulo.

Leia também reportagem sobre a volta da rede KFC a São Paulo.

Serviço:
BBQ Chicken (62 lug.)
R. Vergueiro, 2.177, V. Mariana
11h30/15h e 18h/22h (6ª e sáb., até 0h; fecha dom.)

(Com colaboração de Míriam Castro)