YouTube e MGM fecham parceria para ajuda mútua

Cristina Padiglione

10 de novembro de 2008 | 17h25

Recebo a notícia da IDG News Service e a reproduzo aqui.

Deu no New York Times: Filmes e seriados da MGM estarão em breve no YouTube, o grande canal da nossa era. Segundo o jornal, a estratégia é boa para os dois lados. A MGM tem perdido espaço para outros estúdios na web, enquanto o YouTube busca melhorar sua imagem diante do mercado anunciante.
E precisa?
Diz que sim.
O estigma de hospedar produções caseiras ainda persegue o YouTube. A CBS mantém parceria com o site de vídeos do Google para exibição de programas antigos, como “Jornada nas Estrelas”. Outra imagem atribuída ao YouTube é a de grande alvo para pirataria. Hollywood se lembra bem do processo de US$ 1 bilhão encabeçado pela Viacom por violação de direitos autorais. O caso ainda não foi resolvido.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.