Viva põe no ar mais uma safra do Globo de Ouro, agora em ritmo de samba

Viva põe no ar mais uma safra do Globo de Ouro, agora em ritmo de samba

Cristina Padiglione

11 Julho 2016 | 18h01

GlobodeOuroSamba
F
oto: Marcelo Tabach/Divulgação

É nesta segunda-feira, logo mais, que o Viva põe no ar a terceira temporada do bem sucedido revival do Globo de Ouro, semanal musical que embalou as tardes de domingo da Globo por mais de dez anos. Cauã Reymond e Taís Araújo assumem agora os papéis de mestres de cerimônia.

E, se a última rodada aconteceu em torno da axé music, efeméride marcada pelos 30 anos do Canto da Cidade de Daniela Mercury, a safra da vez tem o centenário do samba como ponto de partida. Nesse contexto, para abrir os trabalhos, não poderia haver time mais credenciado que o do dia, repare só: Luiz Melodia engata “A Voz do Morro”, seguido por Péricles, com “Luz do Desejo” e “Desliga e Vem” e Mart’nália, com “Sem Compromisso”. Arlindo Cruz se junta a Fernanda Abreu em “Aquarela Brasileira”, e Diogo Nogueira vai de “Mineira”, enquanto Roberta Sá interpreta “Quem Te Viu, Quem Te Vê”. Para fechar a noite, tem Beth Carvalho, gloriosa, com “Vou Festejar”, “Coisinha do Pai” e “As Rosas Não Falam”.

O programa vai ao ar de segunda a sábado, às 21h. Confira a programação a seguir.

 

Terça-feira – dia 12 de julho

Zeca Pagodinho – “Verdade”/ “Faixa Amarela”/ “Vai Vadiar”.

Revelação – “Deixa Acontecer” e “Na Velocidade da Luz”.

Preta Gil – “Aquele Abraço”.

Alcione – “Menina dos Olhos de Oyá”

Leandro Sapucahy. – “Todo Menino é um Rei”

Maria Gadú – “Trem das Onze”

Xande de Pilares, Wilson das Neves e Áurea Martins – “O Samba É Meu Dom”

 

Quarta-feira – dia 13 de julho

Martinho da Vila – “Feitiço da Vila”, “Disritmia” e “Casa de Bamba”

Sorriso Maroto – “Um Metro e 65”

Ana Cláudia Lomelino, mais conhecida como Mãeana – “Pelo Telefone”

Zélia Duncan e Pedro Luís – “É Hoje”

Dudu Nobre –  “A Grande Família”

Marcos Valle & Azymuth – “Samba de Verão”.

Anitta – “Sonho Meu”

 

 

Quinta-feira – dia 14 de julho

Arlindo Cruz – “Meu Lugar”.

Molejo – “Dança da Vassoura”

Teresa Cristina –  “Folhas Secas” e “O Sol Nascerá”

Pedro Miranda, Moyseis Marques e João Cavalcanti – “Juízo Final”

Sandra de Sá – “Enredo do Meu Samba”

Pedro Miranda, Moyseis Marques e João Cavalcanti

Alice Caymmi – “Samba da Minha Terra”.

Zeca Pagodinho e Maria Rita – “Conselho”.

 

 

Sexta-feira – dia 15 de julho

Thiaguinho –  “Livre Pra Voar” e “Tá Vendo Aquela Lua”.

Jorge Aragão e Fundo de Quintal – “Do Fundo do Nosso Quintal”/“Na Batucada dos Nossos Tantãs”/ “Coisa de Pele”.

Frejat – “Malandragem Dá Um Tempo”

Orquestra Imperial – “Devagar com a Louça”. Entre os integrantes do grupo, o diretor musical do programa, Berna Ceppas; Moreno Veloso; Emanuelle Araújo; e Nina Becker.

Roberta Sá e Velha Guarda da Portela – “Onde a Dor Não Tem Razão” e “Lenço”

Fernanda Abreu – “Veneno na Lata”.

Elza Soares – “Com que Roupa”

 

Sábado – dia 16 de julho

Maria Rita – “Coração Leviano”/ “Foi um Rio que Passou em Minha Vida/ “Timoneiro”.

Ferrugem – “Que Se Chama Amor”

Mariene de Castro – “Desde que o Samba É Samba”

Xande de Pilares – “Explode Coração”

Erasmo Carlos – “Coqueiro Verde”

Baby do Brasil – “Brasil Pandeiro”

Alcione e Diogo Nogueira – “Não Deixe o Samba Morrer”

ninguém mais credenciado que Beth Carvalho.